6 de jun de 2016

Canavieiras: Projeto Gicas promoveu desfile temático “Mulheres no esporte #valorizaçãofeminina”


“Mulheres no esporte #valorizaçãofeminina” foi o tema do desfile que aconteceu no último sábado (04), promovido pela Ginástica Rítmica de Canavieiras (Gicas). Cerca de 200 atletas canavieirenses – sendo 101 alunas do Gicas – de diversas modalidades, participaram do evento, que teve como objetivo valorizam a figura feminina através do esporte. Com saída da Praça Maçônica, as ginastas desfilavam e executavam movimentos durante todo o trajeto. Em uma das primeiras apresentações, os cincos arcos olímpicos eram ligados à roupa de uma das ginastas por meio de fitas, enquanto as outras cinco ginastas realizavam coreografias dentro desses arcos. Em outro segmento do desfile, porta-bandeiras carregavam bandeiras com imagens dos arcos olímpico. A coreografia de maior nível técnico, segundo a técnica em Ginástica Rítmica e responsável pelo desfile, Sheyla Athaly, veio em seguida, envolvendo maças, cordas e bolas “movimentos de dificuldade e colaborações”. Outra coreografia que chamou a atenção de todos que assistiam ao espetáculo que percorria as ruas da cidade, era um mar de arcos, que se formava através das 58 ginastas executando movimentos de ondas.

 Em seguida, alunas da categoria pré-infantil executaram colaboração com mãos livres. Além da ginástica rítmica, outras modalidades esportivas estavam representadas no desfile por meio das atletas da Associação Shodan e Academia Franklin Team de jiu-jitsu, judô e vôlei do Centro Esportivo Julia Thomson), Balé Plié e academia Balleto,Clube Fênix de Futebol, Capoeira do Mestre Galego e Capoeira do Mestre Barriga. Participaram, ainda, a classe feminina do surfe e a representante da beleza canavieirense montada em um cavalo com vestimenta de cowgirl. Uma ala do desfile foi destinadas às colaboradoras e mães de alunas, que carregavam cartazes com dizeres pedindo respeito às mulheres, como “meu corpo me pertence”, “minha roupa não define quem eu sou”, “o que eu fiz, além de nascer mulher?” e “eu posso ser sua mãe, sua filha ou sua irmã”. Outro ponto alto foi o “bloco da paz” formado por funcionárias da secretaria da Educação vestidas de brancom, puxado por um mini trio elétrico.

 A culminância do evento se deu na Praça da Bandeira, com uma apresentação das alunas do Gicas com a trilha sonora das Olimpíadas do Rio 2016. Versos como "Time Brasil, a torcida canta, Time Brasil, a torcida levanta" e "um time, uma nação, uma país, um só coração" embalaram a coreografia das ginastas. A técnica Sheyla Athaly encerrou o evento
reafirmando a importância do esporte na valorização da mulher. “o esporte, em qualquer modalidade, traz realização, aceitação e valorização. A mulher pode ser o que ela quiser, só depende de sua vontade e do seu esforço”, concluiu.
 

Camacan Bahia Copyright © -- Site criado em 25/06/2011 #Camacan Bahia# 2011/2015