20 de jun de 2016

Canavieiras: Lampião e Maria Bonita foi tema do IV Forró da Apae


Ornamentada com iluminações coloridas e detalhes que remetiam à época do cangaço nordestino, a Escola Raio de Sol, sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Canavieiras, promoveu, na última sexta-feira (17), o IV Forró da Apae. Este ano, o tema da festa foi “Lampião e Maria Bonita” e elementos da cultura sertaneja estavam presentes em cada detalhe do evento. E o público presente parecia estar verdadeiramente numa vila e na época que Virgulino Ferreira da Silva, mais conhecido como Lampião, era vivo. 

Do convite ao agradecimento da diretoria - ambos em formato cordel – os enfeites personalizados das mesas e as vestimentas típicas dos alunos e funcionários da instituição, tudo na festa referência ao ambiente do cangaço. Uma atração à parte foi a casa do lampião, para onde as pessoas se dirigiam com o intuito de tirar fotos usando as espingardas e chapéus de couro de vaqueiro disponíveis no local. Máquinas de costura antigas, imagem de Padre Cícero, cactos e um cercadinho com um bode dentro ajudaram a compor um ambiente carregado de simbolismo, que disse muito sobre a realidade da época. A animação ficou por conta da dupla Rian Girotto e Henrique, banda Risco de Amar e a cantora Duda Ribeiro. 

A Rainha do Milho escolhida foi a aluna Evelyn Souza e a quadrilha tinha à frente o casal de noivos caipiras formado pelos alunos Eliney Araujo e Jaqueline Gomes. Segundo a diretora da Escola Raio de Sol, Isa Ramalho, a partir do momento em que ficou definido o tema, os alunos passaram a se interessar pelo assunto. “Uma escola que promove a inclusão está sempre em busca de maneiras de aproximar seus alunos da realidade em que estão inseridos. O tema propositalmente fez com eles mergulhassem em uma verdadeira viagem na história da região do Nordeste”, explicou. A Apae de Canavieiras foi fundada há 17 anos, na gestão do prefeito Almir Melo, e presta assistência a mais de 120 crianças, adolescentes e adultos portadores de necessidades especiais. Grande parte desses alunos já foi inserida nas escolas do município, promovendo a inclusão. A instituição conta com uma equipe de profissionais e voluntários, como assistente social, psicóloga, fonoaudióloga, fisioterapeuta, educador físico, pedagogas e arte-educadora. Oferece oficinas de dança, artesanato, leitura e culinária.
 

Camacan Bahia Copyright © -- Site criado em 25/06/2011 #Camacan Bahia# 2011/2015