13 de out de 2015

Alimentação rica em nutrientes faz parte da 'receita' para um corpo saudável

Você tem uma boa alimentação? Antes de responder a essa pergunta, avalie não só o que ingeriu nas principais refeições da última semana, mas também o que comeu nos intervalos. Ter uma boa alimentação é muito mais do que satisfazer simplesmente a fome ou apostar nas saladas e integrais. A alimentação saudável deve incluir o consumo dos nutrientes necessários para o bom funcionamento do corpo. 

A 'receita' do corpo saudável agrega, além da alimentação adequada, a prática de atividades físicas, avaliações médicas periódicas e uma boa saúde emocional. Mas quando o indivíduo oferece as quantidades certas de vitaminas, minerais, fibras, carboidratos, proteínas, gorduras e água para o organismo, ele responde de maneira positiva e tudo se torna mais fácil. "As doenças muitas vezes surgem em consequência de desequilíbrios nutricionais", explica a nutricionista da Hapvida Tanara Ferreira.

A boa alimentação é aquela que supre todas as necessidades nutricionais, mantendo o indivíduo saudável, com bem-estar e disposição. "Ela deve ser baseada em consumo diário de alimentos naturais, como frutas e verduras, de forma variada, com os cereais na forma mais integral possível, como aveia, arroz integral, amaranto, quinoa", assegura a profissional. Além disso, a pessoa tem que evitar produtos alimentícios com altos teores de sódio, gordura trans e saturada.

O corpo 'alerta'
Quando a alimentação não está adequada, o organismo faz 'alertas'. Queda de cabelo, unha fraca, intestino preguiçoso, dores de cabeça e desconfortos gástricos, entre outros, são alguns dos sintomas de que o corpo humano está com desequilíbrio de algum nutriente. A avaliação deve ser feita por um nutricionista, que pode ensinar ao indivíduo como comer melhor e de maneira mais saudável.

Alimentos orgânicos 
A alimentação orgânica é um bom caminho para quem deseja 'turbinar' a ingestão de nutrientes. "Esse tipo de alimento preserva mais os seus nutrientes, facilitando a ingestão das quantidades recomendadas", ressalta Tanara. A nutricionista também afirma que eles possuem maiores quantidades de compostos bioativos, que ajudam nas ações de proteção do organismo a doenças e ao envelhecimento precoce. 


Alimentos orgânicos não possuem compostos químicos que estão associados a doenças como câncer, mal de Parkinson, Alzheimer, alterações respiratórias e infertilidade. "Como o objetivo principal de uma boa nutrição é mais saúde, preferir os orgânicos pode ajudar em melhores resultados", explica a profissional.
 

Camacan Bahia Copyright © -- Site criado em 25/06/2011 #Camacan Bahia# 2011/2015