7 de out de 2015

Greve de bancários faz cair 40% do comercio em Camacan



Os empresários de Itabuna, Ilhéus,Camacan, Jequié, Eunápolis e Teixeira de Freitas estão preocupados com a greve dos bancários que começou hoje. Os lojistas de Itabuna preveem queda de 30% no comércio.Em Ilhéus, a estimativa dos empresários é de que a greve dos bancários provoque uma redução entre 15% e 25% no movimento nas lojas, que já estão prejudicadas por causa da recessão pela qual atravessa o país.Já os comerciantes do extremo sul estão estimando redução de até 40% nas vendas. Os bancários rejeitaram proposta de 5,5% oferecida pela Federação Nacional dos Bancos.Eles reclamam que o percentual está muito abaixo da inflação acumulada no período.

Clientes aguardam do lado de fora,e reclamam da situação em que encontraram o Banco do Brasil
Os bancários reivindicam reajuste de 16%, novas contratações, melhores condições de trabalho e maior participação nos lucros e resultados.Todos os anos os bancários fazem uma greve, independente do que está sendo negociado, e quase sempre saem da greve sem obter o que exigiam.Os bancários ganham dias de folga, os bancos economizam uma fortuna em manutenção das agências e, no final, só a população é prejudicada com a paralização.Em Camacan,logo cedo era possível ver sindicalistas sentados no interior das agências e pousando para fotos,certamente para registrar mais uma atuação do sindicato.Nas imediações das agências o movimento era bem menor que os dias de funcionamento dos bancos,o que assegura a certeza que a greve afeta diretamente o comércio.


 

Jabinho Sena Copyright © -- Site criado em 25/06/2011 #Camacan Bahia# 2011/2015