15 de set de 2015

Santa Luzia Bahia:Ladrão rouba mais de R$ 50 mil em produtos do Super Sacolão

Um homem identificado como Luciano Elias dos Santos, 32 anos, foi preso por volta das 15:30hs desta terça-feira (15), por ter arrombado o Super Sacolão, Loja de Santa Luzia, e ter afanado mais de R$ 50 mil em produtos. Parte dos produtos ainda estavam em poder do acusado e com ele a polícia recuperou: 22 relógios de várias marcas, 10 celulares, 2 notebooks, 1 televisor LG de 32 polegadas, 1 Homer theater, 11 carregadores, 4 fones de ouvidos, 4 cabo de dados e três perfumes. A maior parte dos produtos, foi vendida pelo acusado. Ele foi surpreendido quando tentava vender mais produtos para um comerciante da rua Bahia, nas proximidades da Praça Mario Batista.
O homem que é natural do município de Camacan, disse que uma mulher que morava em Santa Luzia, teria mostrado como entrar no recinto comercial. O roubo ocorreu por volta das 03:00hs da madrugada, há três semanas. De posse de todos os produtos, Luciano saiu vendendo nos municípios de Camacan e Itabuna, como se vendedor ambulante fosse.
GEDSC DIGITAL CAMERA
Luciano estava comercializando os produtos roubados no comércio de Camacan e Itabuna. Fotos / O Tempo Jornalismo
Um relógio que custa R$ 600 ou R$ 700 reais, ele estava vendendo entre R$ 50 e R$ 70 reais. Algumas pessoas de Camacan compraram os produtos roubados pelo acusado.
Ele acredita que nos últimos dias, vendeu mais de R$ 30 relógios além de vários celulares por preço abaixo de mercado. Na delegacia confessou ter praticado o furto mas também disse não se arrepender por ter roubado uma pessoa rica.
GEDSC DIGITAL CAMERA
Boa parte da mercadoria foi recupera pela polícia, e maior parte foi delapidada pelo ladrão
O acusado disse à reportagem d’o O Tempo Jornalismo, que já estava se preparando para comercializar os produtos na cidade de Eunápolis. Há quatro dias, estava morando no distrito de São João do Panelinha e que a única droga que usa é maconha.
GEDSC DIGITAL CAMERA
Todos os produtos roubados, eram vendidos em Itabuna e ilhéus a preços populares
A prisão do acusado se deu quando os agentes Lió, índio e Jorge Góes, receberam a informação que um indivíduo estava vendendo celulares, notebooks e relógios originais por preços populares. O empresário Wilson do Sacolão, elogiou a ação da polícia civil e parabenizou o delegado Francesco Denis da Silva Santana, pela brilhante atuação diante deste caso. O delegado formalizará inquérito policial e Luciano será enquadrado Art. 157 do código penal.

Assista o vídeo

 

Jabinho Sena Copyright © -- Site criado em 25/06/2011 #Camacan Bahia# 2011/2015