WhAtsapp

WhAtsapp

sábado, 8 de novembro de 2014

Veja o vídeo da retirada dos corpos do acidente do ônibus da Rota


Segundo testemunha, O veículo, que seguia de Ilhéus para Porto Seguro, foi atingido por uma Kombi que fazia uma ultrapassagem. O motorista do ônibus perdeu o controle da direção, bateu na mureta de proteção direita e caiu de uma altura de mais de 30 metros.

O veículo foi arrastado pela correnteza por quase 150 metros. Pescadores se deslocaram ao local em canoas. Eles ajudaram a quebrar os vidros do ônibus e salvar várias pessoas. Algumas delas morreram afogadas.

O ônibus ficou parcialmente submerso e a tragédia só não foi maior porque funcionários da Usina Hidrelétrica do Jequitinhonha, que fica próxima à ponte, fecharam as comportas, evitando, assim, que o nível da água subisse, dificultando o trabalho de procura por mortos e sobreviventes.

Diversas equipes do Samu levaram 24 feridos para hospitais em Itapebi, Itagimirim, Eunápolis e Porto Seguro. Eunice Firme, em estado mais crítico, foi encaminhada para o Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro.
Até a última atualização desta notícia, cinco mortos já havia sido removidos do interior do ônibus, dentre eles o motorista José Silva. Os corpos foram trazidos para a margem do rio em canoas. Segundo o gerente da empresa, Juscelino Freitas, outras sete pessoas estariam desaparecidas. Os nomes dos mortos e desaparecidos ainda não foram divulgados.

O secretário de saúde de Eunápolis, Mário Gontijo, divulgou nota informando que 14 pessoas deram entrada no Hospital Regional. Ainda segundo o secretário, três deles em estado grave. A relação dos internados em Eunápolis é a seguinte:

- Marina Coelho Araújo
- Matheus Monteiro Piedade
- Carlos Alexandre
- Vera Lúcia Nunes
- Walter Francisco de Oliveira
- Gedeval Santos da Silva
- Emerson Santos da Silva
- Patrícia Cavalcante Silva
- Ilma Angélica Lopes
- Eridevaldo de Jesus Almeida
- Jesus Roberto dos Santos
- Luan Santana
- Francis Marinho
- Rosimeire Souza Coelho
Os demais internados em cidades vizinhas não tiveram os nomes divulgados pelos hospitais. Alguns já receberam alta. A última parada do ônibus foi em Camacã, onde pessoas desceram e outras embarcaram.

De acordo com policiais militares, o motorista da Kombi, Adriano Moreira de Souza, foi preso em flagrante. Ele foi submetido ao teste de bafômetro, que deu negativo. O motorista disse na delegacia que foi atrapalhado na direção por um terceiro veículo. A polícia ainda investiga se houve de fato esse outro carro no acidente. Adriano pode responder por homicídio doloso ou culposo, a depender dos rumos da investigação.


1 comentários:

  1. fico muito triste por todos,uma tragedia tao grande e em um lugar onde nascir e fui criado.

    ResponderExcluir